quarta-feira, 31 de outubro de 2012

"A honra é a poesia do dever." (Alfred de Vigny)


Lisboa, 31 out (Lusa) - A Confederação do Desporto de Portugal (CDP) privilegiou a canoagem e atletas com deficiência, ao anunciar hoje os cinco finalistas das cinco categorias de prémios da 17.ª Gala do Desporto, marcada para 15 de novembro, no Casino Estoril.
A dupla de canoístas Fernando Pimenta e Emanuel Silva, vice-campeã olímpica de K2 1.000 metros, o técnico polaco Ryszard Hoppe, Teresa Portela, também finalista olímpica, e o jovem Diogo Lopes são os rostos da modalidade que mais alto fez subir a bandeira portuguesa nos Jogos Olímpicos Londres2012.
"O reconhecimento do mérito é algo fundamental em todas as atividades e no Desporto também. Estamos cada vez mais competitivos ao longo dos últimos anos, com prestações em jogos olímpicos e paralímpicos deveras incentivadoras", comentou o presidente do Instituto Português do Desporto e da Juventude, Augusto Baganha.

A Nigella inclusiva

A Nigella sem glúten

A quem possa interessar

Aqui pode consultar interessantes Estudos promovidos ou financiados pelo Instituto da Droga e Toxicodependência
Síntese de resultados do Inquérito Nacional em Meio Escolar 2011 - 3.º Ciclo
Síntese de resultados do Inquérito Nacional em Meio Escolar 2011 - Secundário
ESPAD 2011 - European School Survey project on Alcohol and other Drugs
ECATD 2011 - Estudo sobre o Consumo de Álcool, Tabaco e Droga, em alunos do ensino público  
O Consumo de Bebidas Alcoólicas em Portugal. Prevalências e Padrões de Consumo, 2001-2007
O Programa de Estudos sobre Percepções e Representações Sociais da Droga e da Toxicodependência - Público do Rock in Rio 2008
Em torno do Cultivo da Cannabis
O IDT visto pelas outras Instituições
ECATD 2007 - Estudo sobre o Consumo de Álcool, Tabaco e Droga, em alunos do ensino público
ESPAD 2007 - European School Survey project on Alcohol and other Drugs       

terça-feira, 30 de outubro de 2012

É apenas uma proposta, mas...























Uma foto é uma foto. Esta é mais

Foto tirada daqui

De olhos nos olhos


Para saber mais sobre  livro
John Elder Robison. (2010) Editorial Presença.
Um livro escrito na primeira pessoa, que hoje, tendo-se o conhecimento sobre uma forma de autismo designada síndrome de Asperger, é fácil perceber a revolta do autor. Na sua infância, os seus estranhos hábitos afastaram-no daquilo que desejava, ter amigos.
Lamentando eu própria, o facto de que no passado (?) os profissionais de educação não tenham estado desde sempre “despertos” para a diferença (se porventura hoje o cenário se encontra muito diferente), existindo ainda um percurso a fazer nesse sentido, o autor deste livro revela bem o quanto importante é a aceitação da diferença, para alguém que só aos quarenta anos lhe é diagnosticado a síndrome, é a prova de que vale a pena ser asperger para ter a capacidade de precisão descritiva e bom humor que recheia este livro.
Uma autobiografia, que sem recorrer ao drama, apesar de algumas memórias eventualmente traumáticas conta o percurso de uma vida antes e depois de um diagnóstico, numa adaptação curiosa à vida funcional, mas onde são constantemente relembradas as necessárias oportunidades.
O livro inclui ainda sites e livros sobre a temática. Um livro talentosamente bem escrito, por um fabuloso contador de estórias, que faz desejar que o livro não termine nunca. Claro que me ficou o desejo intenso de ler “Correr com Tesouras”, e agora já nada é igual quando ouço alguma música dos Kiss.
Elvira Cristina Silva

Quando a tecnologia rima com inclusão

Confira lista com aplicativos para tablets Android usados para a estimulação de pessoas com SD

Já publicamos o artigo produzido pelas fonoaudiólogas Adriana Fernandes de Souza Aquino e Priscila Gama Martins sobre as experiências positivas com o uso do Ipad como ferramenta de estimulação para pessoas com síndrome de Down. Agora as profissionais reuniram uma lista de aplicativos para o sistema Android. Importa realçar que todos os aplicativos abaixo são gratuitos.
Clique no nome do aplicativo para fazer o download.
Sound Touch Lite – Oferece estimulo visual e auditivo de animais. Trabalha conceitos, vocabulário, percepção e discriminação auditiva de sons onomatopaicos.
Panda Painting – Oferece estimulo visual de cenários. Estimulação de linguagem, conceito de cores, sequência e coordenação motora.
Lulbaby for babies –  Aplicativos com três canções de ninar, com diferentes tempos de duração. Canções que estimula percepção auditiva, que também podem ser utilizadas para acalmar o bebé.
Daily Necessities – Aplicativo que estimula diferentes conceitos relacionadas a atividades diárias.  Consiste em trabalhar a discriminação visual de pequenos objetos localizados nas cenas.
Memo training -  Jogos da memória de ordem visual, auditiva, e audiovisual. Estimula memorização, atenção/concentração, analise síntese visual e auditiva.
Animal Paradise – Aplicativo com diferentes cenas da natureza, com animais. Estimulação da linguagem: conceitos de animais, discriminação e percepção auditiva dos sons onomatopaicos, associação/pareamento. Estimulação visual.
The Magical Puppet – Consiste em vestir um dos personagens. Estimula  percepção de esquema corporal e visual. O outro personagem move as partes do corpo com o toque, estimula noção de esquema corporal  de forma dinâmica e interativa.
Baby Show – Estimulação da linguagem, trabalhando com as estações do ano: primavera, verão, outono e inverno. Consiste em vestir adequadamente o ursinho, de acordo com a estação.
Bango Magic – Estimulação auditiva e coordenação motora.
Próxima Letra – Estimulação de sequencialização de letras. Jogo que trabalha a sequência das vogais, tanto anterior, quanto posterior.
Baby Animal Sounds – Aplicativo que trabalha conceito de animais. Estimulação visual e auditiva de animais.
Baby Learns Fruits – Aplicativo que trabalha conceito de frutas. Diversos jogos, como jogo de associação, classificação, variando o grau de dificuldade.
Baby Learns Transport – Aplicativo que trabalha conceito de meios  de transportes: terrestres, aquáticos, aéreos. Quebra-cabeça dos transportes. Estimulação interativa.
Baby Soud School (animal) – Conceito de animais e dos respectivos sons onomatopaicos. Imagem real (foto) dos animais.
Animal Sounds -  Aplicativo com vários animais e insetos. Imagem real e seus respectivos sons. Estimulação áudio-visual e de linguagem
Natural Sounds – Estimulação auditiva e visual – sons da natureza, cachoeiras.
My Little Piano -  Estimulação auditiva, interativa de instrumentos musicais e as notas musicais. Estimula atenção/concentração.

 

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Com prata da casa

Jovens com problemas de exclusão social 'aproximam-se' da comunidade com peça de teatro
Um sótão transformado em igreja para o casamento de uma princesa amaldiçoada é a 'casa dos horrores' encenada por jovens com problemas de exclusão social, numa iniciativa promovida por uma instituição de solidariedade social dos Açores para "quebrar barreiras".
"O principal objetivo é estabilizá-los e motivá-los para um reingresso escolar, nomeadamente agora com o alargamento da escolaridade obrigatória isto é cada vez mais justificável", afirmou Ana Pereira, coordenadora do Centro de Apoio Social e Acolhimento (C.A.S.A.), na Ribeira Grande, em S. Miguel, frisando, em declarações à Lusa, que "é preciso quebrar barreiras" para abrir estes jovens à comunidade.

Pode ser útil

Clique para aceder à página

Quero eu e a Natureza (2)


Inglaterra – Uma criança teve sua vida mudada após a chegada de um cachorro de três patas a sua casa na Inglaterra. Owen Howkins, de 7 anos, sofre da síndrome de Schwartz-Jampel, quando os músculos ficam tensos de forma permanente. A doença fez com que a criança se afastasse do colégio. O menino tinha medo de comunicar com as pessoas e já não saía mais de casa.
Quando o pai de Owen, Will, trouxe, de um centro de resgate, um cachorro de três patas, rapidamente a criança e o animal se aproximaram. Haatchi, o cão, foi socorrido após ter sido atropelado, enquanto estava amarrado à linha do trem. O animal teve o rabo mutilado e graves ferimentos na pata traseira, que teve que ser amputada.
Segundo a família, a mudança que Haatchi fez na vida de Owen é bastante percetível e o menino melhorou muito o convívio com as pessoas. O facto de  precisar de cuidados especiais e de fazer uso de uma medicação constante  fazia com que a criança se sentisse diferente. Já com Haatchi, Owen não se sente assim, pois o cachorro também tem de tomar medicação, uma mistura de mel, óleo de salmão e suplementos, o que, na perspetiva do menino, os tornam iguais.
O animal, que fez um treinamento há 15 meses para se tornar um “cão terapia”, vai também levar alegria aos soldados que tiveram suas pernas amputadas nos conflitos do Afeganistão e Iraque, além de crianças com doenças em estado terminal.